domingo, 19 de abril de 2015

III Salão de Turismo



O Projeto Rota das Emoções apresenta em Ilha Grande na Câmara Municipal de Vereadores o III Salão de Turismo que será realizado em Jericoacoara - Ceará em junho próximo. Na oportunidade foi informado aos presentes os critérios de participação e as novidades nas disposições e finalidades dos espaços para exposições e serviços. A participação e interesse dos vários segmentos locais foi notável. A Equipe de SEBRAE/PI e Secretaria Municipal de Turismo marcaram presença.

Rede de Mulheres Produtoras do Piauí: III Salão de Turismo

Semana do Empreendedor Individual em Parnaíba


A Associação Artesanal do Barro Vermelho, integrante da Rede de Mulheres Produtoras do Piauí representando o território da Planície Litorânea participa  de 14 a 18 de abril da Feira  Semana do Empreendedor Individual realizada em Parnaíba na praça da graça, com rica programação e exposição do artesanato local, uma valiosa contribuição do SEBRAE que sempre promove oportunidades. Parabéns aos participantes e a equipe organizadora do evento.

Rede de Mulheres Produtoras do Piauí: Semana do Empreendedor Individual em Parnaíba

Histórico da Rede de Mulheres Produtoras do Piauí


É uma articulação de grupos de mulheres trabalhadoras urbanas e rurais, organizadas em Rede, que surgiu a partir de uma "ação" da Casa da Mulher do Nordeste (CNM), organização não governamental feminista, fundada em 1980 em Pernambuco.  A Rede tem o propósito de consolidar a sua participação dentro da perspectiva feminista na construção do desenvolvimento justo e solidário; tendo como missão a articulação, fortalecimento e inserção dos grupos de mulheres produtoras nos espaços de comercialização e poder.

Rede de Mulheres Produtoras do Piauí: Histórico da Rede de Mulheres Produtoras do Piauí

Encontro da Rede de Mulheres Produtoras


A Rede de Mulheres Produtoras do Piauí convida os grupos integrantes para participarem nos dias 23 e 24 de abril  em Teresina de um encontro para apresentação do cronograma de atividades 2015, e outros informes. Sua  participação é importante para garantir o desenvolvimento local dos territórios envolvidos bem como nosso empoderamento político social.

Rede de Mulheres Produtoras do Piauí: Encontro da Rede de Mulheres Produtoras

sábado, 18 de abril de 2015

Delta Net


Internet em alta velocidade.

Senhora procura por parentes que podem estar em Maracanaú-CE

Maria Liduina quer encontrar parentes.
Maria Liduina Barbosa Pinto,residente na cidade de Ilha Grande procura por seus parentes que não tem notícias há vários anos.De acordo com dona Liduina,as últimas notícias seriam de que eles estariam residindo na barra do Ceara rua 20 de janeiro,depois disso passaram a morar nos conjuntos Maracanaú-CE.
Maria Liduina
Dona Liduina que no momento tem poucas informações do paradeiro dos parentes,espera que a divulgação dos nomes,alguém possa dar alguma informação que possa encontrar o resto da família.

Mãe/Francisca Barbosa Pinto.
Irmãos/Maria Maninha Barbosa Pinto,Maria Tânia Barbosa Pinto,Maria Erineide Barbosa Pinto,Raimundinho Barbosa Pinto.
Caso alguém tenha alguma informação e queira ajudar,entre em contato(86)9435-5177,9532-6539.
Email(gandrade1972@gmail.com)

Dançar é Preciso

Bailarinas do Projeto Escola Aberta Michele Massimiliano Marco PIngio e a professora Fabiana Reis do Grupo Raízes do Nordeste , fazendo valer o Curso de Dança Popular promovido pelo PCG - SESC Piauí, com aulas semanalmente...

Escola Aberta no Mundo


Intercâmbio Itália X Brasil ( Pescantina e Barro Vermelho), visita de intercambio cultural à Escola de Pescantina na Itália e a receptividade de jovens italianos em conhecer mais do cotidiano de nossa comunidade...

Solidariedade e Inclusão


Os italianos Franco e Luciano num gesto solidário promoveram serviços de manutenção do telhado e pintura nas instalações da Escola Aberta Michele Massimiliano Marco Pingio na comunidade Barro Vermelho. Uma parceria salutar que sempre faz a diferença junto a juventude que participa das atividades desenvolvidas no espaço.

Gabinete Vereador Edmar


" Terra... O vereador Edmar 'O Sargento', recebeu documento da assessoria da câmara municipal, que trata de audiência pública onde serão convidados a SPU, prefeitura municipal de Ilha Grande, entidades da sociedade civil e todos os vereadores.
A solicitação faz parte de proposição apresentada na última seção da câmara para que seja destinada pela união, uma área para atender as necessidades de interesse social, para fins de moradias, áreas verdes ou destinadas ao aparelhamento público necessário para o atendimento a população".

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Pagode do Bom

Pagode do Bom

Parnaíba já fornece luz para 450 mil no Piauí

O parque de energia eólica da Praia da Pedra do Sal de Parnaíba (345 km de Teresina), formado pelas empresas Omega Energia Renovável e Tractebel, já tem 55 aerogeradores e está produzindo 88 megawatts, energia suficiente para abastecer população de 450 mil habitantes, o triplo da população do município onde as duas empresas estão instaladas.
A Omega Energia Renovável possui 35 aerogeradores e produz 70 megawatts e a Tractebel, que tem Márcio Mauriz Leal como assistente de infraestrutura, produz 18 megawatts com 20 aerogeradores.
O diretor presidente da Omega Energia Renovável, Antônio Bastos Filho, afirmou que a empresa produz energia eólica distribuída para a Eletrobras e que já é usada de Parnaíba a Piripiri, na região Norte do Estado, e parte da produção é distribuída para Teresina.
“Teresina já produz energia limpa produzida por nossa empresa”, afirmou Antônio Bastos Filho.
Antônio Bastos Filho afirmou que a usina de produção de energia eólica em Parnaíba tem uma produtividade muito alta. A Omega Energia Renovável atingiu recorde no ano passado.
“O diferencial é que se consegue em um empreendimento de alta produtividade atingir uma tarifa de energia muito baixa no momento em que os preços da energia estão pressionando a inflação. A gente consegue energia barata a preço justo sendo produzida por esses parques de usina eólica”, falou.
A Omega conseguiu uma produção de 55% da capacidade dos parques, o que é uma produtividade alta em relação à média do Brasil, que está por volta de 45%.
Antônio Bastos Filho afirmou que Parnaíba tem uma produção de energia eólica diferenciada por causa da constância dos ventos. Para ele, a produção de energia eólica depende muito mais da frequência e constância do que da intensidade dos ventos.
“Em Parnaíba, em função do microclima, há uma constância, uma frequência dos ventos bastante alta. Por isso, em média nós estamos gerando 55% de nossa capacidade total. São mais de 12 horas por dia gerando 55% de nossa capacidade ”, declarou Bastos Filho.
A empresa está em Parnaíba desde 2001 fazendo medição de ventos e fazendo projetos.
O gerente de implantação da Omega Energia Renovável, Paulo Roberto Marques, diz que a empresa passou a instalar efetivamente seu parque há 14 meses. Ele afirma que os investimentos foram de R$ 270 milhões e cada aerogerador tem 90 metros de altura e precisa de 35 toneladas de aço em sua fundação.
“Recebemos 34 mil volts em nosso painel de média tensão, que passam pelo transformador de energia e saem 138 mil volts”, declarou Paulo Roberto Marques.
Antônio Bastos Filho afirma que a Omega em projeto de ampliar a produção do Parque da Pedra do Sal dos atuais 130 megawatts para 140 mil megawatts, passando de 35 aerogeradores 53 aerogeradores para em uma área de 30 hectares. A
Omega atende atualmente a 350 mil consumidores.
“Nós produzimos energia suficiente para abastecer Parnaíba, que já é autônoma de energia limpa, e grande parte de nossa produção atinge Teresina”, declarou Bastos Filho. A Tractebel produz o suficiente para atender 40% da demanda dos 145 mil habitantes de Parnaíba, onde está instalada há seis anos.
A Tractebel informa que a velocidade média dos ventos em Parnaíba atinge metros por segundo, chegando a até 15 metros por segundo.
A empresa investiu R$ 105 mil em seu parque de produção de energia eólica.
A Omega começou com investimentos de R$ 300 milhões e vai chegar a investimentos de R$ 700 milhões nos próximos 12 meses e com 100 funcionários.
1
2
Omega Energia e IFPI implantam curso do Pronatec para
A empresa de produção de energia eólica Omega Energia Renovável e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPI) de Parnaíba formaram parceria para oferta de curso do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Trabalho e Ensino Técnico) para formar técnicos especializados na produção de energia renovável. Será o primeiro curso técnico de produção de energia renovável do Brasil.
O diretor presidente da Omega Energia Renovável, Antônio Bastos Filho, disse que o curso técnico de produção de energia renovável vai oferecer 50 vagas. O curso vai ser ministrado a a partir do segundo semestre deste ano.
“É um curso que vai ter uma grande integração entre a empresa para a atividade e produção de energia eólica. O IFPI vai oferecer o curso”, afirmou Antônio Bastos Filho.
Segundo ele, a ideia é formar técnicos para atuar desde medição dos ventos, licenciamento ambiental, passando pela implantação de empreendimentos até a operação e manutenção de parques eólicos.
O curso é aberto para quem tem formação de ensino médio e tem interesse em trabalhar com energia renovável.
3
4
Parnaibanos ganham empregos e espaços nas usinas de energia eólica
Engenheiros e eletrotécnicos de Parnaíba estão conseguindo emprego nas empresas de produção de energia eólica. O engenheiro eletricista da Omega Energia Renovável é de Parnaíba e muitos líderes são da cidade.
Agora, 70% dos empregados da empresa são de Parnaíba.
O eletrotécnico Rafael Lima Carvalho disse que conseguiu o emprego na Omega Energia Renovável através da rede de relacionamentos Linkedin, onde se cadastrou em algumas empresas da área. Viu as vagas oferecidas pela Omega apresentou seu currículo e foi selecionado para a vaga.
“Eu fazia o curso de Educação Física e abandonei no último semestre porque vi que não tinha nada a ver comigo. A área que eu quero é esta em que trabalho na operação e manutenção de sistemas. Vão abrir em Parnaíba o curso de Engenharia Elétrica e vou me matricular porque quero me tornar um profissional melhor”, afirmou o parnaibano Rafael Lima Carvalho, lembrando que profissional de sua área na empresa ganha até R$ 2,5 mil mensais.
O eletrotécnico parnaibano Francélio da Cunha Damasceno trabalha na operação e manutenção de aerogeradores da Omega Energia Renovável e conseguiu o emprego através do IFPI de Parnaíba.
“A empresa entrou em contato com o IFPI e foi feita uma seleção dos formados em técnico de Eletrotécnica e tive a sorte entre 15 de conquistar uma das três vagas oferecidas. Sem essas empresas de energia renovável era difícil conseguir um emprego na área”, declarou Francélio da Cunha Damasceno.
5
6
Fonte: Meio Norte

SETE Linhas Aéreas inicia seleção de profissionais para base em Parnaíba

A SETE, companhia aérea que iniciará suas atividades em Parnaíba a partir de junho, já começou o processo de seleção dos profissionais que ocuparão os cargos em sua base em Parnaíba.

Os interessados devem se dirigir com seus respectivos currículos à sede da Superintendência de Turismo de Parnaíba no terceiro piso do Casarão Simplício Dias da Silva, localizado à Av. Presidente Getúlio Vargas, SN, no Centro,  nos dias 22, 23, 24 , 27 e 28 de abril pela manhã de 08h às 12h e nas tardes entre 14h e 18h.

Cargo: Agente de Aeroporto
Descrição Sumária do Cargo: Recepção de clientes, fornecimento de informação de horário de voos e atendimento ao telefone. Atendimento check-in, conciliação de passageiros com bilhete de passagem e manuseio de sistemas. Despacho de bagagens. Embarque e desembarque de passageiros, bagagens e cargas. Despacho de voos: conferência de documentos referente ao atendimento do voo e liberação da aeronave. Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade e responsabilidades semelhantes, de acordo com as instruções dos superiores.

Requisito: Ter 2º Grau completo e experiência com atendimento ao cliente. Presteza e atitude em se dispor a executar as atividades que lhes for atribuída, garantindo a segurança no trabalho e qualidade dos serviços prestados. Flexibilidade.

Edição Jornal da Parnaíba

Evento: Em defesa da Pedra do Sal - Um diálogo com moradores/as

A comunidade tradicional da Pedra do Sal sofre atualmente um processo ocupação estrangeira em suas terras. Com o apoio da imprensa local, dos governos municipal e estadual, assim como empresários, o saque aos recursos naturais, a degradação ambiental e a destruição cultural, social e econômica de uma comunidade de pescadores ocorre ante nossos olhos, inebriados com as promessas feitas pelos donos da empresa gerenciadora do parque eólico (Ômega Energia) e do megaempreendimento Pure Resorts. Ambos investem quantias consideráveis para fabricar um consenso e permitir que tais empresas avancem sobre a comunidade e do meio ambiente.

É diante deste golpe e devastação ambiental que convidamos a comunidade civil e acadêmica para participarem do evento "Em defesa da Pedra do Sal - Um diálogo com moradores/as"; um encontro com pescadores/as, marisqueiros/as, catadores/as de frutas silvestres e rendeiras, e conhecer através deles a realidade vivida na região e a luta contra tais empreendimentos.

O evento ocorrerá dia 22 de Abril de 2015, Quarta-feira, a partir das 20:00h no Auditório da UESPI de Parnaíba.

Organização: Coordenação do Curso de História - Centro Acadêmico de História (Mandu Ladino) - Núcleo de Estudos Aplicados ao Meio Ambiente (NEAMA).

Edição Jornal da Parnaíba
Por CAHIS Mandu Ladino

Blecaute de energia atinge região litorânea do Piauí e param Eólicas

Blecaute derrubou o fornecimento de energia das eólicas
instaladas na Pedra do Sal, em Parnaíba
Foto: Walter Fontenele
Um blecaute atingiu na manhã desta quinta-feira (16/04) a região do litoral piauiense. A falta de energia fez paralisar os 55 aerogeradores das usinas de energia eólica das empresas Ômega energia renovável e Tractebel.

A Ômega energia renovável paralisou 35 aerogeradores que produzem 70 megawatts de energia e a Tractebel 20 aerogeradores paralisados que produzem 18 megawatts de energia.

“Nós temos que ir ao centro de controle examinar o que de fato aconteceu, mas provavelmente houve um blecaute regional”,declarou o engenheiro Paulo Roberto Marques, gerente de implantação da Ômega.

Os parques eólicos das duas empresas funcionam na praia de Pedra do Sal em Parnaíba, as duas empresas produzem 88 megawatts sendo que 70 é a Ômega e 18 Tractebel.

Jornal da Parnaíba
Com informações de Efrem Ribeiro

Assessor do Dep.Dr.Hélio visita o campo da bacia

Orlando Silva e vereadora Marlene
Populares
Campo da Bacia


Orlando Silva e Herbet Júnior



O assessor do Dep. Dr. Hélio Orlando Silva,esteve na manha de terça feira visitando o campo da bacia,juntamente com Secretario de Administração da prefeitura municipal de Ilha Grande,Herbet Junior e a vereadora Marlene(PSDB)e populares.
O objetivo da visita é a construção de um ginásio poliesportivo no local com emenda do dep.estadual Dr.Hélio em parceria com a prefeitura.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Copa José de Freitas de Futsal Sede de Parnaiba

NESTA QUARTA FEIRA PELA TRADICIONAL  COPA DE FUTSAL DE JOSÉ DE FREITAS JOGOS DA SEDE PARNAÍBA NA QUADRA DO SESC PRIMEIRO JOGO AS 20:00HS YOUNG 3X2 DIDIÊ DA ILHA, E NO SEGUNDO JOGO AABB CARLITUS 
IMAGENS DO JOGO YOUNG 3X2 DIDIÊ






 Didiê com atletas acostumados com titulos, Sibyraba,Alan.
 Sarley do Young
 Pedro ex parnahyba de profissionais

 Caberto e Alan disputa dura e placar apertado grande jogo.

 Handison Young
 o homem gol Geovane.
 Autor do primeiro gol Alan (17)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...